quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Socialização de Atividades

No dia 06/11 eu e a professora Cláudia Renata fizemos a socialização de várias atividades realizadas em sala de aula. No CEF 11 fazemos um trabalho integrado em nossas disciplinas, Português e Projeto Interdisciplinar. Nesse ano o foco do projeto foi a produção de textos, logo, nossas aulas têm que estar em harmonia.
Começamos com a professora Cláudia mostrando um trabalho realizado no 2° bimestre, o Dicionário de Estrangeirismos, em que os alunos leram, interpretaram e debateram diversos textos sobre influências de outras línguas no nosso idioma. A seguir, pesquisaram palavras estrangeiras (anglicismos, galicismos, barbarismos, etc.) que são usadas em nosso falar cotidiano e as que já estão agregadas à nossa língua e confeccionaram um dicionário.
A seguir, fiz a socialização de uma atividade realizada ainda no 1º bimestre: Uma coletânea de poemas sob o tema Mulher. Nas aulas de Português os alunos fizeram a leitura e discussão da Lei Maria da Penha. Nas aulas de Projeto trabalhamos a estrutura do poema. Como atividade interdisciplinar os alunos produziram poemas belíssimos sobre a valorização da mulher.
Mostramos então várias atividades que os alunos da 8ª série produziram. Foram parágrafos dissertativos, análise de textos, críticas de textos, dissertações, artigos de opinião, carta pessoal. Todas as atividades do ano foram catalogadas em uma pasta e formaram assim o portifólio.
A seguir, postarei o texto de um aluno, produzido em sala de aula no dia26/05/2008:
Ser adolescente nos dias de hoje
Ser adolescente é ter um MP3 player e um tênis da Nike, fazer de uma palavra um poema, duma gota d´água o oceano pacífico, é não dizer o que sente, o que acha, o que pensa, é desprezar o samba e a MPB, e quase idolatrar o Créu, é preferir 1.000.000 de vezes um filme da Tropa de Elite ou um clipe da Beyoncé do que um livro de Machado de Assis ou Monteiro Lobato, é desprezar sua pátria aceitando o Inglês infiltrado na nossa língua, só para parecer chique ou FASHION.
É ser feliz do seu jeito, querer ter liberdade, tal que quando é concedida, é interpretada como abandono em suas mentes astutas, e sempre com uma resposta na ponta da língua, "como dizem os adultos", é se achar certo em suas próprias conclusões, e sempre criticar quem por ventura interferir. Mas apesar de tudo isto, todo mundo um dia vai, ou já adolesceu.

3 comentários:

Luzia disse...

Foi um trabalho excelente. Inclusive por despertar um debate rico e prazeroso sobre literatura nos anos finais.Eu adorei.
Um abraço.
Luzia

Professora Tamar Rabelo disse...

Ana Rita,

O dia da sua socialização foi muito rico, observar o resultado de uma prática pedagógica invadora é uma experiência que não tem preço. Apesar das dificuldades, apesar de todos os problemas, eu faria tudo novamente, pois o perceber o quanto crescemos nesse ano, justifica todos os esforços. Um abraço e felicidades...

Quero ver novos relatos no seu blog. (rs)

isabela disse...

Meu nome e Isabela sou adolescente tenho 15 anos ..A maioria dos adolescente ia dizer que tudo que falou era mentira..Mas não acho porque quando diz que perferem ver um clipe da Beyoncé do que escutar um samba ver um jornal imaginei po cara sou super fã da Beyoncé..Achei super lagal seu trabalho..Gostaria que escrevesse mais sobre isso
Adorei
Um abraço
Isabela